Técnicas da projeção astral

Robert Bruce

A projeção astral é um fenômeno comum para a maioria dos seres humanos. Apesar disso, são poucos aqueles que têm conhecimento da existência deste fenômeno, que conseguem provocá-lo ou lembrar-se das experiências vividas fora do corpo.

A projeção astral, entre outras coisas, nos permite recuperar um pouco do tempo perdido durante o sono fisiológico, através de experiências enriquecedoras, do contato direto com outras pessoas (encarnadas ou desencarnadas) do estudo e do acesso a informações normalmente não disponíveis na vigília física normal.

Além disso, a projeção astral nos permite observar "in-loco", tudo aquilo que não era possível comprovar para nós mesmos, como, por exemplo, a existência de dimensões extrafísicas, a reencarnação, a sobrevivência da alma, o poder das bioenergias e a telepatia, ensejando-nos uma profunda reflexão sobre a vida e a morte, sobre a evolução e a nossa reponsabilidade de evoluir, sobre a lei de causa e efeito, sobre a necessidade de nos tornarmos cada vez melhores.

Felizmente, para aqueles que não têm projeções astrais, ou não dominam o processo, ou não conseguem se lembrar das experiências, existem técnicas que nos permitem desenvolver nossa projetabilidade. É interessante, antes de se aventurar pelo mundo extrafísico, buscar melhorar o nível dos próprios pensamentos e adquirir o máximo de informações possível sobre o fenômeno através de livros e cursos, hoje encontrados com facilidade.

Projeção Astral - Técnicas:

Existem várias técnicas para provocar a Projeção Astral. Waldo Vieira, em seu livro "Projeciologia", relaciona dezenas delas. Outros livros que ensinam a sair do corpo podem ser encontrados com certa facilidade. A fim de melhorar a qualidade da sua projeção, é aconselhável informar-se o máximo possível sobre este fenômeno. Vale aqui resaltar que, apesar de existirem diversas técnicas, os fatores mais importantes são: força de vontade, persistência e boa intenção . São poucos aqueles que conseguem sair do corpo na primeira tentativa. Os resultados e a qualidade das projeções vão surgindo com o tempo.

Então, mãos-à-obra. Selecionei e adaptei algumas técnicas que pesquisei e que costumo praticar. Antes de aplicar qualquer técnica de projeção, é conveniente preparar o ambiente e fazer um relaxamento profundo para auxiliar o desligamento do corpo.

Preparação:

Local: espaçoso, limpo, tranquilo e silencioso, onde você não seja pertubado nas próximas horas;

Iluminação: meia-luz ou sem iluminação;

Música: desnecessária. Se desejar utilizar a música, que seja suave e em volume baixo. A música pode ser útil para abafar ruidos externos;

Velas, incenso, cristais, ou qualquer outra parafernália ritualística: desnecessários;

Vestimenta: roupas leves e confortáveis. Se preferir, dispa-se;

Alimentação: aconselhável não ingerir alimentos 2 ou 3 horas antes do experimento;

Necessidades fisiológicas: satisfeitas;

Estado psicológico desejável: tranquilidade, curiosidade positiva, paz interior, sentimentos positivos em relação ao universo;

Estado psicológico indesejavel: ansiedade, medo, sentimentos negativos em relação a qualquer coisa;

Propósito: defina o seu alvo mental. Você vai se projetar para quê? Tenha boas intenções!!!

Posição: deitado em decúbito dorsal (de barriga para cima) ou recostado em uma poltrona confortável com os braços estendidos ao longo do corpo, olhos fechados.

Relaxamento:

Respire profunda e lentamente durante alguns segundos;

Procure manter-se concentrado e atento ao experimento. Evite devaneios e afugente a sonolência;

Faça uma limpeza mental, esquecendo as preocupações e problemas do coditiano;

Faça um relaxamento progressivo de todo o corpo: a partir dos pés, até a cabeça, concentre sua atenção em cada parte do corpo, visualizando-a.

Ordene mentalmente que cada parte do corpo esteja saudável, relaxada, descontraída e sem tensões;

Permaneça durante alguns segundos concentrado em cada parte do corpo até que você a sinta formigando ou completamente relaxada;

Faça assim com os pés, pernas, abdomen, etc., até a cabeça;

Confira se ainda existe alguma parte do corpo não relaxada.Se necessário, repita o relaxamento com esta parte do corpo;

Retome, mentalmente, o seu propósito de projetar e aplique uma das técnicas seguintes.

Técnica 1:

Empregue esta técnica após a preparação e o exercício de relaxamento detalhados acima. Tudo que você tem a fazer é se visualizar projetando e flutuando cerca de 20 centímetros acima do corpo físico. Permaneça relaxado, tranqüilo, sem ansiedade ou temor;

Mantenha firme o propósito de se projetar;

Visualize o seu corpo astral desgrudando-se do corpo físico;

Visualize o seu corpo astral flutuando sobre o corpo físico;

Sobretudo, SINTA-SE desgrudando do corpo, deslocando para cima, e flutuando acima dele (corpo);

Lembre-se de que você não é o seu corpo; apenas se utiliza dele para manifestar-se na dimensão física;

O momento da saída costuma ter características diferentes para cada pessoa e para cada projeção, mas é normal sentir vibrações pelo corpo (como pequenos choques elétricos), frescor (como se uma brisa fria atravessasse o corpo), leveza, luzes piscando, sons metálicos e estampidos. Tudo isso é normal e indica que estamos saindo do corpo.

Ao sair do corpo, nem sempre é possível ver ou ouvir alguma coisa. Às vezes nos projetamos automaticamente para outro lugar que não o nosso quarto. Por isso é importante esforçar por manter a consciência, a lucidez e pensar firmemente no alvo mental. Nós nos projetamos para o local que mais se afiniza com os nossos pensamentos ou desejos mais íntimos.

Portanto, tenha boas intenções e bons pensamentos.

Lembre-se de perceber, na dimensão extrafísica, detalhes que possam comprovar para você mesmo que a projeção aconteceu;

Pratique regularmente esta técnica. Tenha persistência!

Um fato interessante: É comum não conseguir a projeção através desta técnica, irmos dormir um pouco frustados e, durante o sono normal, nos descobrirmos projetados! Às vezes a ansiedade prejudicam a projeção, mas, durante o sono, quando estamos mais relaxados e despreocupados, nossos mecanismos naturais se encarregam de satisfazer nosso desejo de sair do corpo.

Boa sorte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Está me ajudando a melhorar!
Beijos de luz
mirna