O período de Poseidon a Jesus

                                                                             Planeta Terra - sua origem, sua história, seu destino

MOISÉS

A quinta Dispensação Cristã iniciou-se no ano 2.000 A.C., quando Moisés conduziu o povo judeu para fora do Egito, onde tanto haviam sofrido. A maior parte do que está contido na Lei de Moisés foi implantada na sua consciência muito antes de sua subida ao Monte. Moisés, Aarão e Míriam haviam recebido instrução no Templo da Ascensão. Assim, a Verdade é transmitida de coração em coração e levada pelos pés de muitos para longínquos lugares. Moisés recebeu, do Templo da Ascensão, o fogo da Coragem e Aarão, a arte do sacerdócio. Os sacerdotes leais á Grande Fraternidade Branca não deixaram quaisquer registros por escrito no período que vai desde a submersão de Poseidon até os tempos de Moisés.

Moisés não atingiu a Ascensão naquela encarnação, tendo conseguido-a em uma encarnação posterior na China. Agora é um Mestre Ascensionado e é conhecido na Fraternidade como Lorde Ling, ou Senhor Ling.

LORDE GAUTAMA 

Lorde Gautama nasceu filho de um rei na Índia. Nasceu sem nenhum karma destrutivo e foi criado em um ambiente de quietude e beleza. Lindos jardins cercavam o palácio do rei e esses continham as mais perfeitas manifestações de plantas e animais. Os servos foram instruídos a não comentar com o adolescente sobre as condições imperfeitas que existiam fora dos muros dos jardins.

Um dia ocorreu um evento que transformou a vida de Lorde Gautama. Ele ficou completamente abalado com um comentário descuidado de um dos servos sobre as condições de fome e caos existentes por toda a Índia. Lorde Gautama deixou o palácio de seu pai, sua esposa e seu filho infante, determinado a controlar suas energias e a encontrar a Verdade de Deus.

Ele entrou em uma floresta e direcionou sua consciência através do plano psíquico que circunda a Terra, penetrando, finalmente, nos Planos Divinos da Perfeição. Durante esse período de sete anos, seu corpo físico permaneceu na floresta. De vez em quando, Lorde Gautama retornava à consciência do plano físico e compartilhava a comida e bebida que era deixada por viajantes de passagem por ali. Sob a amorosa orientação de Pallas Athenas e outros Mestres Ascensionados, a consciência de Lorde Gautama prosseguiu através das Sete Esferas, a escola das individualidades prestes a encarnar sobre a Terra. Ele começou pela sétima Esfera ( a mais próxima da Terra ) e continuou através das outras Esferas até que atingiu a primeira Esfera, conhecendo-as e absorvendo as qualidades de cada Esfera enquanto as percorria.

Prosseguindo mais além, ficou face a face com o Deus de nosso Sistema Solar, os Amados Hélios e Vesta. Ele Os viu e compreendeu a Verdade Eterna de que DEUS É BOM, que Seu desejo para toda Sua Criação é Bom e que as aparências de sofrimento e imperfeição que existem sobre esta Terra NÃO REPRESENTAVAM A VONTADE DE DEUS, NEM ESTAVAM DE ACORDO COM SEU PLANO DIVINO! Gradualmente, Lorde Gautama se conscientizou de que a Ventura da Presença dos Deuses-Pais não era suficiente, e que essa Ventura, também chamada Nirvana, deve aspirar á realização de seu próprio Plano Divino. Isso significava que Lorde Gautama tinha que trazer de volta a Sabedoria conquistada para compartilha-la no plano físico com outros.

Assim começou a peregrinação de Lorde Gautama através da Índia. A Hierarquia tinha esperanças de que Seu conhecimento da Verdade se espalhasse de lá para o resto do mundo. Durante Sua peregrinação, Lorde Gautama se tornou associado á Ananda ( anteriormente encarnado como Moisés ). No entanto, a missão teve pouco sucesso inicialmente; apenas uns poucos monges os seguiram. As forças das trevas do plano psíquico não permitiram a expansão da Luz para o resto do mundo. Por intermédio da influencia da Mestra Ascensionada Kwan yin, porém, os Ensinamentos de Lorde Gautama foram levados para a China.

Quando o Divino Plano Individual de Lorde Gautama já tinha sido realizado, Ele solicitou á Lei Cósmica que lhe fosse concedido uma vez por ano entrar na atmosfera da Terra em Seu corpo Eletrônico de Mestre Ascensionado para dar sua Radiação e Benção aos estudantes. O pedido foi concedido. Essa ocasião anual é conhecido hoje como o Festival de Wesak.

Seu ensinamento original foi distorcido posteriormente. O voto de pobreza não fazia parte de Seus ensinamentos. Ele disse: “Essa não é a Vontade de Deus! Ninguém deve viver em tola pobreza, experienciando a falta de algo bom que, se o tivesse tido, o ajudaria a realizar o seu Plano Divino muito mais fácil, rápida e perfeitamente”.

Lorde Gautama ensinou o desapego individual por pessoas, lugares, condições e coisas, não dando poder ás doenças, sofrimento ou qualquer manifestação externa de desarmonia.

No dia primeiro de Janeiro de 1957, Lorde Gautama ocupou o lugar de Diretor Divino do Planeta Terra.

A IDADE DE OURO DA GRÉCIA 

Ao mesmo tempo que Seraphis Bey e seu grupo levaram a Chama da Ascensão para a praia do Nilo próxima a Luxor, a embarcação de Hilarion, carregando a Chama da Verdade, chegava á Creta. Como já mencionei antes, Creta era, naquela época, ligada á Grécia.

Em vidas precedentes, Hilarion foi conhecido como Llamblichus, o escritor neo platônico, e Paulo, o apóstolo cristão. Inspirados pela Chama da Verdade, alguns poucos fieis encarnaram repetidas vezes. Eram assistidos por Pallas Athenas, Deusa da Verdade, e o Deus Zeus. Juntos, eles promoveram a Idade de Ouro da Grécia.

Os devotos da Verdade construíram um glorioso Templo em Creta. Fizeram-no copiando o Templo da Verdade de Poseidon. Após manter um alto padrão de perfeição durante séculos, o Templo da Verdade começou a decair juntamente com o declínio da civilização grega. Parece, pelas revelações recebidas, que, na mesma época, os grandes palácios de Luxor tiveram a mesma sorte.

O Templo da Verdade de Creta foi destruído por aqueles que se rebelaram contra a Verdade e contra as disciplinas de Pureza e Harmonia. Depois de sua destruição, o templo foi eterealizado; ainda hoje pulsa no éter sobre Creta.

Posteriormente, Seraphis Bey, encarnado como Phidias, prestou um grande serviço à humanidade construindo uma réplica quase exata do Templo da Verdade. Isso foi feito para que a consciência externa pudesse contemplar sua perfeição e sincronizar-se com os serviços de Deus. O Templo foi erigido perto de Atenas, na Grécia, por volta do ano 450 A.C. Foi chamado de Parthenon e foi dedicado à Pallas Athenas.

Várias centenas de anos antes de Cristo, foi fundada na Grécia uma Ordem Espiritual chamada Ordem de Delphos. A maioria das pessoas associadas a essas atividades tinham pertencido á Corte de Pallas Athenas. Qualquer Ser Divino poderia usar o corpo de um oráculo em certas ocasiões, com o objetivo de transmitir instruções a um grupo que se reuniria para receber essa orientação.

As primeiras virgens Vestais eram completamente dedicadas à magnetização da Verdade Pura. Elas trouxeram de volta, reafirmaram e registraram a verdade das amadas Vesta e Pallas Athenas. Os registros ainda continuam sob a guarda da Irmandade da Verdade. Pallas Athenas supervisionava as disciplinas e os cuidadosos preparativos e treinamentos necessários para o desenvolvimento da consciência receptiva desses fluxos de vida que se tornariam os porta-vozes da Irmandade, como as virgens Vestais de Delphos. Durante o treinamento, elas permaneciam em confinamento solitário e faziam votos de serem puras de mente e corpo. Enquanto as sacerdotisas foram capazes de sintonizar com o Espirito da Verdade e ouvirem a voz de Deus no seu íntimo, os antigos gregos foram capazes de prosseguir no caminho correto. Essa fonte de sabedoria foi mantida em um estado de perfeição por quase sete séculos. 

Foram duas as causas para o declínio da Ordem de Delphos:

A algumas virgens com muito karma, foi dada a oportunidade de servir como oráculo. Elas se permitiram ser subornadas, por pessoas desejosas de promover causas políticas de seu próprio interesse, no leste, consentindo em promover fluxos de vida sem qualificação á posição de liderança, amealhando, dessa maneira, grandes fortunas. As massas, que haviam confiado nos oráculos de Delphos por centenas de anos, estavam sendo enganadas por falsos profetas. Membros das forças das trevas escreviam mensagens e entregavam-nas aos oráculos, que as transmitia ao povo confiante; 

Uma virgem Vestal quebrou o voto de pureza. Esse comportamento contagiou a Ordem inteira dos oráculos de Delphos e causou sua ruína. Isso destruiu a ligação e o contato que havia entre a amada Vesta, Pallas Athenas e o povo da Terra.

O povo que consultava os oráculos o faziam com fé e esperança, e levou algum tempo para perceber que haviam sido enganados. Algumas pessoas ficaram tão desiludidas que seus corpos etéricos ficaram profundamente marcados, e em subsequentes encarnações se mantiveram muito suspeitosas a respeito de qualquer coisa que tivesse que ver com fenômenos místicos ou percepção extra sensorial. Alguns chegaram, em encarnações posteriores, a se tornarem totalmente suscetíveis à palavra “DEUS” e resvalaram para um total ateísmo. O Mestre Hilarion devotou pessoalmente uma parte de Sua vida a esses fluxos de vida, esperançoso de traze-los de volta ao ponto onde novamente desejem a Verdade que os liberte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Está me ajudando a melhorar!
Beijos de luz
mirna