Mostrando postagens com marcador LUME - Chakras. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador LUME - Chakras. Mostrar todas as postagens

A visão de André Luiz

  (Saúde Integral Os chacras e a bioenergia -  Elzio Ferreira de Souza)

Podemos agora tecer algumas considerações a respeito do problema dos corpos espirituais na obra de André Luiz, psicografada pelo médium Chico Xavier, procurando esclarecer alguns detalhes que parecem bastante importantes. 

A partir de seu primeiro livro, Nosso Lar, no qual relata suas primeiras experiências no plano espiritual, André Luiz faz referência a vários corpos espirituais: duplo etérico, corpo astral, corpo mental e corpo causal. Inicialmente, devemos lembrar que ele utiliza o termo perispírito em sentido estrito, para significar apenas o segundo corpo após o organismo físico, que sobreviverá a este com algumas diferenças. Ele usa os termos corpo astral, corpo espiritual e psicossoma como sinônimos. Para os outros corpos, utiliza vocábulos consagrados  entre os magnetizadores e espiritualistas (duplo etérico, corpo mental e corpo causal). Ele não se refere à existência de outros corpos que correspondessem aos denominados corpos moral, intuitivo e consciencial, isto é, os Aerossomas V, VI e VII da classificação de Charles Lancelin. 

A divergência pode se tornar uma simples questão de palavras se encararmos o perispírito como sendo um corpo complexo, formado, por assim dizer, de “camadas”, sintetizando todos os corpos espirituais. Para o dr. Antônio J. Freire, a concepção clássica do ternário humano não implica necessariamente a homogeneidade do perispírito. As palavras pouco importam aos espíritos, competindo ao homem formular uma linguagem que elimine controvérsias.

Os corpos sutis na obra de Kardec

                                                           (Saúde Integral Os chacras e a bioenergia -  Elzio Ferreira de Souza)

Ao definir o perispírito em O Livro dos Espíritos, Kardec o descreveu como sendo um laço que liga o espírito ao corpo físico. Afirmou ser este constituído de eletricidade, de fluido magnético animalizado, de fluido nervoso, de matéria inerte, semimaterial, “matéria elétrica ou de outra tão sutil quanto esta”. É evidente que tais palavras não são sinônimas e que Kardec procurava abarcar mais amplamente a natureza do perispírito, dando a entender a existência de uma constituição plúrima, como  se pode deduzir da assertiva de se tratar de um fluido nervoso.

 Se o perispírito também se constitui de fluido nervoso, o espírito o conduziria, quando desencarnado, para o mundo espiritual? É evidente que não, pois o espírito terá que se desvencilhar dele ao abandonar o corpo. Se o perispírito é formado também por matéria inerte, é justo pensar que esta não acompanharia o corpo físico. Segundo o espírito Erasto, o fluido vital é um apanágio exclusivo do encarnado. O espírito impele e dirige o fluido vital fornecido pelo médium no fenômeno mediúnico. Se Kardec considerou essa terminologia, então, deve se entender que, de alguma forma, ele reconhecia um compósito na natureza do perispírito enquanto encarnado ao afirmar, no item 77 de O Livro dos Médiuns, que ele é formado por fluido vital, o elemento que é apanágio do homem. Sendo este elemento que animaliza a matéria, desfazendo-se após a morte do corpo, constituinte do perispírito e transmissível em parte entre os indivíduos, devemos identificá-lo como a substância que, exteriorizada, chamamos de ectoplasma.

Os corpos espirituais

(Saúde Integral Os chacras e a bioenergia -  Elzio Ferreira de Souza)

Comecemos com uma análise sobre o pensamento de Allan Kardec. Ele estabeleceu uma concepção tríplice acerca do homem, que seria formado pelo espírito, pelo perispírito e pelo corpo físico. Erroneamente, muitos proclamaram esta concepção como genuinamente espírita, enquanto que o codificador, reconhecendo sua anterioridade, fazia questão de lembrar a existência de antecedentes históricos que a confirmavam como um elemento presente nas mais variadas culturas. Ao seu ver, este fato constituía uma prova da universalidade do espiritismo. 

Kardec não se limitou aos antecedentes oriundos das culturas orientais, mas trouxe a doutrina de Paulo de Tarso, que registrava a concepção tríplice e foi explorada por Watchman Nee, pensador protestante. Para Paulo, o conceito de alma não é de espírito encarnado, como consta em O Livro dos Espíritos, ou de princípio inteligente, como propôs Kardec, mas corresponde ao de perispírito, intermediário entre o espírito e o corpo físico. É interessante destacar que o codificador não reinvindicava prioridades para o Espiritismo. Ao estudar comparativamente as filosofias religiosas, procurava demonstrar que a verdade nele contida estava no fundo dos tempos. 

Durante a revelação espírita, foram recebidas várias mensagens e realizados experimentos que indicavam uma pluralidade de corpos espirituais, correspondendo aos vários “sharitras” ou “koshas” (corpos) das doutrinas hinduístas. O dr. Antônio J. Freire registra uma comunicação mediúnica obtida pelo coronel Albert de Rochas e ditada pelo espírito Vincent. Apresentando-se como um espírito extraterrestre, dizia que “o perispírito é constituído por uma série de invólucros mais ou menos eterizados, 15 dos quais os habitantes do mundo astral vão se desfazendo sucessivamente, à medida que se elevam na escala de evolução, não sendo embutidos uns sobre os outros, como os tubos de um telescópio, mas se interpenetrando em todas as suas partes”. As investigações dos grandes magnetizadores levaram à admissão dessa pluralidade de corpos espirituais.

Ritual de purificação dos chakras

Invocação de Abertura


 Em nome de Deus EU SOU e em nome do Cristo Cósmico, nós invocamos os amados El Morya , o Arcanjo Miguel e as Legiões do relâmpago azul para que venham aqui agora proteger os nossos chacras e todo este trabalho de purificação que vamos fazer agora. Amado Saint Germain , vinde agora com os anjos da chama violeta. Saturai os nossos quatro corpos inferiores e os nossos chacras com a chama violeta. Purificai-nos de tudo aquilo que não é a Perfeição Divina. Que a chama violeta  sature de tal forma o nosso ser que daqui para frente manifestemos somente a perfeição do nosso Santo Cristo Pessoal. Que desça a Luz! Que desça a Luz! Que desça a Luz! 

 TUBO DE LUZ ( 3 X )
 Amada Presença do EU SOU, tão deslumbrante Sela-me no teu Tubo de Luz Da chama dos Mestres Ascensos Agora invocada em nome de Deus. Que ela mantenha o meu templo livre De toda a discórdia que me é enviada. Eu invoco agora o Fogo Violeta Para que consuma e transmute qualquer desejo E se mantenha em nome da Liberdade Até que eu seja um com a Chama Violeta.

*******

 Chacra da Base om aim namaha 

 Amada Presença de Deus EU SOU em cada um de nós, em nome do Cristo Cósmico, Senhor Maitreya, em nome do Senhor do Mundo, Gautama Buda. Vinde amados Saint Germain ! Nós invocamos a chama violeta para a purificação do nosso Chacra da Base. Purificai-nos de todo o mau uso da energia da Mãe. Amado Serapis-Bey nós invocamos o Raio Branco da Pureza Cósmica e da Harmonia Divina para que nos sature e possamos ser um exemplo desta Harmonia e desta Pureza para todos à nossa volta. 
EU SOU a Chama Violeta Que atua em mim e reluz EU SOU a Chama Violeta Só me submeto à luz 
EU SOU a Chama Violeta Poder Cósmico, farol 
EU SOU a Chama Violeta Radiante como um sol 
EU SOU a Luz de Deus A toda hora brilhando 
EU SOU o Poder de Deus Que a todos vai libertando.  

*******

Chacra da alma om vam namaha 

Amada Presença de Deus EU SOU em cada um de nós, em nome do Cristo Cósmico, Senhor Maitreya, em nome do Senhor do Mundo, Gautama Buda! Vinde amados Saint Germain ! Nós invocamos a chama violeta para a purificação do nosso Chacra da Alma. Purificai-nos de tudo aquilo que em nosso ser não está de acordo com a chamada Liberdade Cósmica. Amado Saint Germain , que a chama violeta da misericórdia Divina consuma em nós toda dificuldade de perdoar. Ajudai-nos a abrir o nosso coração e receber igualmente a todos os nossos irmãos. 
EU SOU a Chama Violeta Que atua em mim e reluz EU SOU a Chama Violeta Só me submeto à luz 
EU SOU a Chama Violeta Poder Cósmico, farol 
EU SOU a Chama Violeta Radiante como um sol 
EU SOU a Luz de Deus A toda hora brilhando 
EU SOU o Poder de Deus Que a todos vai libertando.  

*******

Plexo Solar om ram namaha

Amada Presença de Deus EU SOU em cada um de nós, em nome do Cristo Cósmico, Senhor Maitreya, em nome do Senhor do Mundo Gautama Buda! Vinde amados Saint Germain ! Nós invocamos a chama violeta para a purificação do nosso Chacra do Plexo Solar. Libertai-nos dos núcleos de agonia e ansiedade. Amada Mestra Nada, nós invocamos a Chama da Paz Universal. Que esta Paz seja uma constante no nosso ser para que jamais nos abalemos com o que encontrarmos no caminho. Daqui para a frente refletiremos sempre a Paz do amado Jesus. 
EU SOU a Chama Violeta Que atua em mim e reluz EU SOU a Chama Violeta Só me submeto à luz 
EU SOU a Chama Violeta Poder Cósmico, farol 
EU SOU a Chama Violeta Radiante como um sol 
EU SOU a Luz de Deus A toda hora brilhando 
EU SOU o Poder de Deus Que a todos vai libertando.     

*******

Chacra do Coração om yam namaha

Amada Presença de Deus EU SOU em cada um de nós, em nome d Cristo Cósmico, Senhor Maitreya, em nome do Senhor do Mundo, Gautama Buda! Vinde amados Saint Germain! Nós invocamos a chama violeta para a purificação do nosso Chacra do Coração Libertai-nos da raiva, do ódio, das mágoas e ressentimentos. Purificai-nos toda energia anti-amor. Amado Paulo Veneziano, enviai-nos a chama do Amo Divino. Que ela seja ancorada no nosso coração para que daí transborde par todos à nossa volta. 
EU SOU a Chama Violeta Que atua em mim e reluz EU SOU a Chama Violeta Só me submeto à luz 
EU SOU a Chama Violeta Poder Cósmico, farol 
EU SOU a Chama Violeta Radiante como um sol 
EU SOU a Luz de Deus A toda hora brilhando 
EU SOU o Poder de Deus Que a todos
 vai libertando.  

*******

  Chacra da Garganta om ham namaha

Amada Presença de Deus EU SOU em cada um de nós, em nome do Cristo Cósmico, Senhor Maitreya, em nome do Senhor do Mundo, Gautama Buda! Vinde amados Saint Germain ! Nós invocamos a chama violeta para a purificação do nosso Chacra da Garganta. Purificai-nos de todo mau uso da Ciência da Palavra Falada. Amado El Morya, saturai-nos com a chama da Vontade de Deus para que nunca mais nos afastemos dela, e para que sejamos um exemplo de obediência a esta Vontade Divina. 
EU SOU a Chama Violeta Que atua em mim e reluz EU SOU a Chama Violeta Só me submeto à luz 
EU SOU a Chama Violeta Poder Cósmico, farol 
EU SOU a Chama Violeta Radiante como um sol 
EU SOU a Luz de Deus A toda hora brilhando 
EU SOU o Poder de Deus Que a todos vai libertando.    

*******
 Chacra do Terceiro Olho om namaha

Amada Presença de Deus EU SOU em cada um de nós, em nome do Cristo Cósmico,, Senhor Maitreya, em nome do Senhor do Mundo, Gautama Buda! Vinde amados Saint Germain! Nós invocamos a chama violeta para a purificação do nosso Chacra do Terceiro Olho. Libertai-nos da cegueira espiritual. Amado Hilarion, nós invocamos a chama verde para que nos dê a Visão Divina, a abundância que necessitamos para cumprir a nossa missão, e a saúde indispensável para realizá-la. 
EU SOU a Chama Violeta Que atua em mim e reluz EU SOU a Chama Violeta Só me submeto à luz 
EU SOU a Chama Violeta Poder Cósmico, farol 
EU SOU a Chama Violeta Radiante como um sol
 EU SOU a Luz de Deus A toda hora brilhando 
EU SOU o Poder de Deus Que a todos vai libertando.    

******

 Chacra da Coroa om

Amada Presença de Deus EU SOU em cada um de nós, em nome do Cristo Cósmico, Senhor Maitreya, em nome do Senhor do Mundo, Gautama Buda! Vinde amados Saint Germain ! Nós invocamos a chama violeta para a purificação do nosso Chacra da Coroa. Libertai-nos de toda densidade do pensamento humano. Amado Senhor Lanto, que a chama amarela da Iluminação Divina penetre o nosso Chacra da Coroa e nos traga a Sabedoria Divina para fazermos a escolha certa em cada momento da nossa vida. 
EU SOU a Chama Violeta Que atua em mim e reluz EU SOU a Chama Violeta Só me submeto à luz 
EU SOU a Chama Violeta Poder Cósmico, farol 
EU SOU a Chama Violeta Radiante como um sol 
EU SOU a Luz de Deus A toda hora brilhando 
EU SOU o Poder de Deus Que a todos vai libertando.    


E com toda a Fé eu aceito conscientemente que isto se manifeste, que se manifeste! (3x) 
aqui e agora, com pleno Poder, eternamente mantido, onipotentemente ativo em contínua expansão e abrangendo o mundo inteiro, até que todos tenham ascendido na Luz e sejam Livres! Amado EU SOU! 
Amado EU SOU! 
Amado EU SOU!  

Chakras

 

Influência dos chakras

Pela visão Oriental:

1. Chakra Básico (Raiz): - Basicochakra - (Muladhara Chakra)

Significado do Nome: Estrutura da base, fecundação.

Nome em Português: Chakra Básico - Rádico.

Localização: Localizado nos órgãos genitais e na pélvis, relacionado com as gônadas (glândulas sexuais), governa o sistema reprodutor. Este chakra anima a substância do corpo físico, o poder e o instinto de sobrevivência. É a ligação com a terra. Concentra as energias da Kundaliní, que uma vez despertadas progridem coluna acima, seguindo um padrão geométrico similar ao padrão apresentado na dupla hélice das moléculas de DNA que contém o código da vida.

Aspectos a serem compreendidos: Sobrevivência, alimento, conhecimento, auto-realizaçã o, valores (segurança financeira), sexo (procriação), longevidade e prazer.

Influências:

Desequilíbrio no Físico: Anemias, resfriados, sexualidade reprimida ou excessiva, frigidez, impotência, insuficiência renal, fadiga, dores nas articulações, dores lombares e nas pernas, pressão alta ou baixa, problemas de coluna, osteoporose, falta de energia, prisão de ventre, diarréia, colite, apendicite, etc.

Emocional equilibrado: Impulso para agir, consciência instintiva básica, força, agressividade controlada, coragem, afeição, criatividade, generosidade, capacidade de sentir prazer, pessoa sensata, segura e estável, habilidade em prover o necessário para vida e capacidade de cuidar de si.

Emocional desequilibrado: Egocentrismo, agressividade, preocupação, inexatidão, indolência, extravagância, não permite o prazer, pessoa sem vida, desanimada, confusão de interesses, insatisfação, medo, timidez, insegurança, histeria, paixões fortes, aspereza, dificuldade em lidar com finananças, medo de arriscar-se, apego material, tabus sexuais.

Forma geométrica: quadrado, possuindo grande relação ao conhecimento ligado à terra, às quatro dimensões e às quatro direções.

Fase da vida: Desde a união do espermatozóide com o óvulo, até 7 ou 8 anos.

Funções: Um indivíduo dominado pelo chakra Muladhara geralmente dorme de dez a doze horas por noite, sobre o estômago. Este chakra Muladhara incluí os planos da origem, ilusão, ira, avidez, desilusão, avareza e sensualidade. Estes aspectos do primeiro chakra são inerentes à existência humana. O desejo de mais experiência e mais informação age como força motivadora, um ímpeto básico para o desenvolvimento individual. O chakra Muladhara é o local da Kundalini enroscada, da Shakti vital, ou força energética. A serpente Kundalini está enroscada em torno do Lingam Svayambhu. É o chakra onde nasce e reside a energia kundalini que se movimenta em espiral, pelas nadis, rios internos conhecidos por Ida e Píngala que distribuem por todo o corpo energia e o impulso de vida. É também o centro erótico do Ser.

- Nadi Ida: canal esquerdo transportador das correntes lunares, natureza feminina visual e emocional, produção de vida, energia materna, respiração esquerda que proporciona estabilidade para a vida. A narina esquerda é aberta durante o dia, equilibra a energia solar criando um equilíbrio para si, tornando-nos mais relaxados e mais alertas mentalmente.

- Nadi Píngala: canal direito transporta correntes solares, natureza masculina, depósito de energia destrutiva, também purificador, a narina do lado direito é de natureza elétrica masculina, verbal e racional. Torna o corpo físico mais dinâmico, (eficiente e ativo durante horas noturnas, aumentando a saúde). Quando um casal tem um orgasmo sexual, sem repressão e com consciência; em algumas vezes, elevam a kundalini, nutrindo todos os chakras através de Sushumna, Ida e Píngala.

Cores Básicas: Vermelho (varia para roxo ou vinho). Bija-mantra: "LAM". É o Responsável pela absorção de energia da terra (energia telúrica, geoenergia, kundalini). Não é aconselhado por alguns autores o desenvolvimento desse chakra. Ilusão, cólera, avareza, desejo, sensualidade, territorialidade, instinto de sobrevivência desequilibrado, possessividade, temor e preocupação excessiva com o próprio corpo são algum dos desequilíbrios ligados a esse chakra.

2. Chakra do Baço ou Esplênico - Chakra Sexual - (Swadhishtana Chakra)

Significado do Nome: Lugar-Morada do Ser ou o "Fundamento de si próprio".

Nome em Português: Chakra Esplênico.

Localização: Localizado na lombar e abaixo do umbigo, está relacionado com as glândulas supra-renais, regendo a coluna vertebral e os rins. Rege os rins, sistema reprodutor, circulatório e bexiga. As energias como a paixão, sensualidade e a criatividade são manifestadas através deste chakra.

Aspectos a serem compreendidos: Poder de seduzir criatividade e relacionamento.

Influências:

Desequilíbrio no Físico: desarmonia dos rins, fígado, pâncreas, vesícula e bexiga. Alergias alimentares, problemas menstruais, distúrbios gástricos e intestinais, perda da vitalidade, dores lombares, no sacro e cóccix.

Emocional Equilibrado: União sexual prazeirosa, alegria instintiva, capacidade de planejamento, coragem de viver, paixão, habilidade em relacionar-se, jogo de cintura, flexibilidade, auto-aceitação e paixão pela vida.

Emocional Desequilibrado: Medo, incapacidade de construir, distração, raiva, ódio, inveja, insegurança, falta de paixão, tristeza, manipulação e apego, dependência emocional, vícios e auto-destruição.

Forma Geométrica: Círculo. Representa a forma crescente da lua.

Cores Básicas: Laranja, Vermelho.
Laranja - tonifica; é uma cor acolhedora e estimula a alegria. É uma cor social que traz otimismo, expansividade e equilíbrio emocional. Traz confiança e automotivação. Azul ou verde para sedar. Alimentos que estimulam o chakra: Abóbora, cenoura, milho, laranja, manga, caqui.

Fase da vida: de 8 à 14 anos.

Funções: Energia de criatividade e impulso emocional; é o centro da procriação, manifesta-se sexualmente, mas sob o aspecto de sensação e prazer; fantasias e desejos sexuais. É representado por uma lua crescente. Neste chakra inicia-se a expansão da personalidade. Centro da purificação. Bija-mantra: "VAM". Responsável pela irrigação energética dos órgãos sexuais. Desenvolvido estimula o funcionamento dos outros chakras. Desdém, abandono, indulgência excessiva, desconfiança, medo, indiferença e sensualidade são alguns dos desequilíbrios ligados a esse chakra.

3. Chakra Umbilical ou Plexo Solar Umbilicochakra - (Manipura Chakra)

Significado do Nome: Cidade das Gemas ou Cidade das pedras preciosas.

Nome em Português: Chakra Plexo Solar.

Localização: Localizado um pouco acima do umbigo. Rege o pâncreas. A área de influência deste chakra é o sistema digestivo: estômago, fígado e a vesícula biliar, além do sistema nervoso. Aspetos a serem compreendidos: Escolhas do que você quer. Individualidade e poder pessoal (como você se vê), sua identidade no mundo.

Influências:

Desequilíbrio no Físico: Má digestão, diabetes, toxinas, úlceras e hérnias, gastrites e problemas de assimilação dos alimentos. Hipocondria, câncer no intestino e anorexia ou bulimia.

Emocional Equilibrado: Impulso para vivenciar as emoções, colocar-se expressando suas próprias qualidades, vontade de liderar, amor a vida, aptidão para experimentá-lo com plenitude, propósitos definidos de ações, intuição, ternura e boa vontade. Auto-estima, confiança e alegria.

Emocional Desequilibrado: Ansiedade, egoísmo, vaidade, ciúme, preconceitos, ira, timidez, intransigências, abuso de poder, impaciência, preocupação. Não sabe dizer não. Desconfiança, arrogância e baixa auto-estima.

Forma Geométrica: Triângulo invertido, sugerindo o movimento descendente da energia.

Cores Básicas: Verde, Vermelho, Amarelo.Amarelo dourado para tonificar.

Alimentos: Manteiga, gema do ovo, cenoura, batata doce, abóbora, banana, abacaxi, lão, pêssego, limão.

Gemas: Citrino, topázio, cornalina amarela.

Mantra: Ram (lê-se o "R" com em vidro) - o principal ponto de concentração durante a produção deste som é o umbigo. Traz longevidade.

Elemento: Fogo auxilia a digestão e a absorção do alimento fornecendo a energia vital.

Fase da Vida: De 14 à 21 anos.

Funções: Bija-mantra: "RAM". Responsável pela irrigação energética do sistema digestório. Desenvolvido, facilita a percepção de energias ambientais. Raiva, irritabilidade, fascinação, ódio, medo, timidez, crueldade, inveja, ciúme, apego cego, melancolia, letargia e ânsia de poder são alguns dos desequilíbrios ligados a este chakra.

4. Chakra do Coração - Cardiochakra - (Anahata Chakra)

Significado do Nome: "Intocado" ou "O Som não produzido" (batidas do coração).

Nome em Português: Chakra Cardíaco.

Localização: Situa-se na região do tórax e está conectado com a glândula timo, responsável pelo funcionamento do sistema imunológico. É o chakra do coração, centro energético do amor. A elevação das energias do chakra do plexo solar até o coração acontece em indivíduos que estão desenvolvendo a capacidade de pensar e atuar em termos de coletividade. As doenças do coração, sistema circulatório e sangue podem ser tratadas através deste chakra.

Aspectos a ser Compreendidos: amor incondicional, compaixão, perdão, verdade e gratidão.

Influências:

Desequilíbrio no Físico: Doenças cardíacas, distúrbios de pressão, problemas pulmonares e bronquites. Sistema imunológico ineficiente e dor de cabeça.

Emocional Equilibrado: Amor próprio e pela humanidade, verdadeira compreensão da compaixão e benevolência, aceitação, bondade, disponibilidade para o perdão, ajuda ao próximo, sabedoria, conscientizaçã o do outro, assentamento na estrutura terrena, dá consistência e vitalidade as aspirações amorosas, pacificação, fé na vida e nas pessoas.

Emocional Desequilibrado: Depressão, angústia, desprezo, raiva e medo, apego ao apego, incapacidade de amar e se emocionar. Coração fechado, apego e depressão.

Forma Geométrica: Hexagrama - dois triângulos sobrepostos, um voltado para cima, simboliza Shiva, o princípio masculino. O outro triângulo, voltado para baixo, simboliza Shakti, o princípio feminino. Atinge-se o equilíbrio quando estas duas forças estão unidas em harmonia.

Cores Básicas: Dourado, Verde, Rosa. Alimentos que estimulam o chakra: Frutas e verduras verdes (abacate, kiwi, maçã verde, uva, agrião, alface, escarola, brócolis).Rosa - amor incondicional / verde é dilatador de veias, artérias e músculos, usado para pressão alta, cateterismo. É relaxante do sistema nervoso, principalmente simpático e muscular, auxiliando nos casos de esgotamento, irritação e insônia; regula a pressão arterial, o sistema circulatório e estimula a glândula pituitária, normalizando a função das demais glândulas. Auxilia nos casos de febre, quando não se sabe a causa da infecção. Cria espaço no coração como o frescor da primavera, fazendo sentir-se renovado. Violeta e magenta (falta de energia) para tonificar.

Gema: Quartzo rosa, pirita, esmeralda.

Mantra: Yam - a concentração deverá estar centralizada no coração, desfazendo qualquer bloqueio na região cardíaca, proporcionando controle sobre a respiração.

Elemento: Ar - Auxilia o funcionamento dos pulmões e do coração. A estrela de seis pontas simboliza o elemento ar. Fases da vida: 21 a 28 anos.

Funções: Intermedia os chakras superiores e inferiores; impulso de se abraçar a sua Verdade, ao Amor; reequilíbrio; altruísmo; compaixão. Este chakra se expande em todas as direções e dimensões, como uma estrela de seis pontas. Bija-mantra: "YAM". Responsável pela irrigação energética do coração. É um canal de movimentação dos sentimentos. Desenvolvido, cria um canal de amor que pode ser utilizado para o trabalho assistencial, desenvolve a compaixão. Arrogância, vaidade extrema, depressão, desespero, egoísmo, avareza, hipocrisia, tendência à discussão, ansiedade, desgosto são alguns dos desequilíbrios ligados a esse chakra.

5. Chakra Laríngeo - Laringochakra - (Vishuddha Chakra)

Significado do Nome: Puro ou "Centro da Pureza".

Nome em Português: Chakra Laríngeo.

Localização: Localizado sobre a garganta, se comunica com a glândula tireóide. Está ligado à inspiração, a comunicação e a expressão com o mundo.

Aspectos a serem Compreendidos: Comunicação interna e externa - esclarecimento que conduz ao estado de consciência.

Influências:

Desequilíbrio no Físico: Laringite, faringite, problemas de tiróide e paratiróide, doenças mentais, distúrbios da fala, gagueira e surdez.

Emocional Equilibrado: Sensibilidade, criatividade artística, dom da palavra e do conhecimento, claraudiência, intelecto claro, independência, idealização, senso de planejamento, força de vontade, capacidade de tomar decisões.

Emocional Desequilibrado: Fobias, covardia, falta de criatividade, mentalidade e expressão tacanha, rude e pobreza de espírito, criticismo, preconceitos, atitudes extremamente racionais, pessoa que reclama o tempo todo, agressividade verbal e apego a crenças limitantes.

Forma Geométrica: Lua crescente.

Cores Básicas: Azul-Celeste, Lilás, Amarelo. Azul - atua como tranqüilizante na aura. É calmante do sistema nervoso, e equilibrador nos casos de obsessão. 

Alimentos que estimulam o chakra: Ameixa preta, uva passa, amoras, peixes, aspargos, batatas.

Gemas: Safira azul, lápis lazuli, sodalita, azulita, ágata marinha, turquesa e calcita azul.

Mantra: Ham (lê-se o "H" como em help) - representa o som do corpo. Este som puro afeta o ouvinte, alterando os espaços de sua mente e de seu ser.

Elemento: Ar (éter), mas num sentido mais sutil, associado ao som (Mantram).

Fases da vida: 28 a 35 anos.

Funções: Auto conhecimento; felicidade; O indivíduo se eleva e se purifica de todos os carmas; morre-se para o passado e nasce-se novamente para a realização da unidade". Bija-mantra: "HAM". Responsável pela irrigação energética da boca, garganta e órgãos respiratórios. Serve de bloqueio para que as energias emocionais não cheguem ao chacras frontal e coronário. Desenvolvido facilita a psicofonia e a comunicação em vários níveis. Tristeza, desrespeito, descontentamento, lamento são alguns dos desequilíbrios ligados a esse chakra.

6. Chakra Frontal - Frontochacra - (Ajna Chakra):

Significado do Nome: Autoridade, poder, comando intuitivo.

Nome em Português: Chakra do 3º olho ou frontal.

Localização: Localizado entre as sobrancelhas, se relaciona com a glândula pituitária.

Aspectos a serem Compreendidos: Intuição (fenômenos paranormais) e a consciência. Capacidade de se observar sem julgamento.

Influências:

Desequilíbrio no Físico: Rinites, problemas de ouvido, de olhos, surdez, tntura, enxaqueca. Cansaço e confusão mental.

Emocional Equilibrado: Percepção em relação ao universo que o cerca, entendimento do próprio caminho, percepção, intuição, fé e devoção, carisma, magnetismo, força, sabedoria, capacidade de concentrar-se e foco no objetivo.

Emocional Desequilibrado: Desconcentraçã o, dogmatismo, vê a vida com limitação, arrogância, medo, perda da fé e sedução, delírios, egoísmo, obsessão, teimosia e apego a crenças impostas pela sociedade.

Forma Geométrica: Círculo (bindo).

Cores Básicas: Índigo, Amarelo, Verde, Branco Fluorescente.Dourado para concentração, falta de memória. Violeta é tranqüilizante e calmante. Clareia e limpa a corrente psíquica do corpo e mente, afastando problemas de obsessão mental e psicose.

Alimentos que estimulam o chakra: Berinjela, beterraba, ameixa preta.

Gemas: Cristais brancos, ametista, sodalita e lápis lazuli.

Mantra: OM.

Elemento: Presença de todos os cinco elementos, com três gunas que são manas (mente), buddhi (intelecto), Ahankara e chitta (o ato de ser - o ser).

Fases da vida: 35 a 42 anos.

Funções: Austeridade; intuição; vidência; serenidade; pureza. É o chakra sede das Faculdades do Conhecimento: Buddhi (conhecimento intuicional) , Ahankara (eu), Indriyas (sentidos) e Manas (a mente). É representado por um triângulo branco simbolizando a yoni e no meio um lingam (órgão masculino). No centro do chakra está o yantra do som (símbolo) OM, o melhor objeto de meditação. Meditando nesse centro o praticante "vê a luz"; como uma chama incandescente. Fulgurante como o Sol matutino claramente brilhante, reluz entre o "céu e a terra"- Satchakra Nirupana. glândula: hipófise (pituitária); Nas representações indianas, no centro do lótus aparece um triângulo invertido vermelho, simbolizando a yoni (aspecto feminino) e no meio do triângulo, um lingam branco (aspecto masculino). Rodeando o chakra, duas pétalas luminosas representando os dois heminférios cerebrais. Bija-mantra: "OM". É o responsável pela irrigação energética dos olhos. Desenvolvido, facilita a clarividência e a intuição. (ás vezes palpita como um coração). Intelectualismo excessivo, manipulação de pessoas, questionamento excessivo são alguns dos desequilíbrios ligados a esse chakra.

7. Chakra Coronário - Coronochacra - (Sahashara Chakra)

Significado do Nome: Chakra das Mil Pétalas.

Nome em Português: Chakra Coronário.

Localização: Localizado no topo da cabeça. E o portal da espiritualidade, do reconhecimento de Deus/Deusa em nós e no outro.

Aspectos a serem Compreendidos: Iluminação.

Forma Geométrica: Círculo como a lua cheia.

Mantra: Sham.

Cores Básicas: Violeta, Branco Fluorescente, Dourado.Magenta e arco-íris.

Gemas: Ametista, quartzo branco, pirita.

Elemento: Todos os elementos, inclusive o éter, em suas forças mais sutis.

Funções: Iluminação; espiritualidade plena; transcendência; manifestação do Divino. Segundo o Satchakra Nirupana: "O Lótus das mil pétalas é a mais brilhante e mais branca que a lua cheia, tem a sua cabeça apontada para baixo. Ele encanta. Seus filamentos estão coloridos pelas nuanças do sol jovem. Seu corpo é luminoso, é aqui o objetivo final de Kundalini após ativar os outros chakras. O indivíduo que atinge a consciência do sétimo chakra realiza os planos da irradiação (torna-se iluminado como o sol), das vibrações primordiais, da supremacia sobre o prana, do intelecto positivo, da felicidade, da indolência". Glândula: ligado à glândula pineal (epífise); Bija-mantra: Silêncio - Este chakra não possui Bija-Mantra pois ele transcende a palavra e a expressão. É o responsável pela irrigação energética do cérebro e pelo controle de todos os outros chakras. Desenvolvido facilita a telepatia, a mediunidade, expande a consciência. Não tem desequilíbrios.

Cores irradiadas pelos Chakras (vórtices)

Todos os vórtices irradiam basicamente três cores, que são energias eletromagnéticas de distinta freqüência ou longitude de onda. Estas 3 cores básicas: Vermelho, Azul e Amarelo. A sua combinação ou fusão determina uma grande quantidade de tons e matizes, tanto secundários quanto terciários.




Características dos 7 chakras magnos:


Chakras-----Localização----- Cor Básica----- Nota Musical----- Ondas (Hertz)

Coronário-- Cabeça----------- Violeta---------- Sí-------------------- 0,40 Micra

Frontal------ Fronte----------- Azul índigo----- Lá------------------- 0,44 Micra

Laríngeo---- Garganta--------Azul Claro------- Sol------------------ 0,47 Micra

Cardíaco---- Coração--------- Verde------------- Fá------------------- 0,52 Micra

Umbilical--- Plexo Solar----- Amarelo--------- Mi -------------------0,58 Micra

Esplênico--- Baixo Ventre--- Laranja---------- Ré------------------- 0,66 Micra

Radico-------Base Coluna----- Vermelho------- Dó------------------ 0,08 Micra
-----------------------------------------------------------------------
Nome dos Chakras---- Sancristo------- Relação-------- Mantra------ Plexo

Coronário--------------- Sahasrara-------Epífese---------- Sham-------- Coronário

Frontal--------------------Ajna------------- Hipófise--------- OM----------- Frontal

Laríngeo----------------- Vishuddha----- Tireóide--------- HAM--------- Laríngeo

Cardíaco----------------- Anâhata-------- Coração---------- PAM/ YAM- Cardíaco

Umbilical ----------------Manipura------ Plexo Solar----- RAM------solar  Interno

Esplênico---------------- Swadhishtâna- Baixo ventre--- VAM-------- Mesentérico

Radico-------------------- Muladhara-----Base Coluna---- LAM--------- Sagrado
----------------------------------------------------------------------- Chakras------------------- Poderes com os chakras Abertos-------- Elemento

Coronário---------------- Clarividência Mediunidade--------------- Universo cósmico

Frontal-------------------- Clarividência---------------------------------- Todos

Laríngeo------------------ Clariaudição / Clariolfatismo------------- Éter

Cardíaco------------------ Amor Universal------------------------------- Ar

Umbilical -----------------Plano Astral------------------------------------ Fogo

Esplênico----------------- Dominio dos Elementais------------------- Água

Radico--------------------- Força Kundalinica--------------------------- Terra
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Chakras------------------- Glândulas---------------- Pedras dos chakras

Coronário---------------- Pineal - Epífese---------- Magenta, Quartzo Branco, pirita

Frontal-------------------- Pituitária - Hipófise--- Cristais Brancos, ametista, Lazuli

Laríngeo------------------ Tireoide e Paratireoide----- Safira Azul, Ágata Marinha

Cardíaco------------------ Coração e Timo--------- Esmeralda, Quartzo Rosa

Umbilical----------------- Pâncreas------------------ Topázio

Esplênico - Sacro------- Baço - Sacro-------------- Quartzo Laranja, Calcita

Radico---------------------Supra Renais - Coccix-- Rubi, Ágata e Granada vermelhas

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Paz espiritual


(In Spiritual Unfoldment I do espírito White Eagle pela médium Grace Cooke, iss, Inglaterra), The White Eagle Publishing Trust, 1972).
Vocês concebem o balbucio terrível no plano etérico, tão próximo ao físico? Imaginem sintonizar seu aparelho de rádio e captar do éter cerca de uma vintena de estações ao mesmo tempo!

Vocês podem imaginar a confusão? Os pensamentos da humanidade criam barulho - barulho, e não som. Somente nos planos espirituais de harmonia podemos chamar as vibrações de som, ou música. Então, imaginem ultrapassar esse balbucio inarmônico, rude e confuso, e ir para cima, em direção aos planos da vida espiritual, cada um mais harmonioso e delicado, até que atinjamos as verdadeiras esferas de harmonia. Nesses planos, há música na atmosfera. O próprio vestuário dos habitantes vibra harmonia e melodia. Vocês podem apreciar a beleza em algum pequeno grau? Vocês podem adquirir o poder de sintonizar com aquela orquestra divina. Mas esse não é simplesmente um dom físico, é um dom da alma; está dentro de vocês. Vocês podem adquirir o poder de ouvir com maior clareza e correção do que é possível no plano físico. Mas, primeiramente, deve haver harmonia, deve haver pureza, deve haver amor interno.

Vocês estão sempre envolvidos pela emanação espiritual, pela força espiritual que se irradia da aura do Cristo, que veio do Deus Pai-Mãe para proteger, purificar e iluminar o caminho para todas as crianças de Deus. Vocês não podem permanecer fora dessa vida do Filho, o Cristo. Enquanto a humanidade se contorce em agonia, enquanto almas sombrias infligem sofrimento e almas ignorantes sofrem, recordem-se sempre que vocês são um canal através do qual Cristo pode atingir outros e iluminar a escuridão deles.

Isso jamais será alcançado apenas através da oração, mas somente pelo fortalecimento do seu espírito, pelo crescimento da mente divina em vocês, pela radiação de boa vontade e paz do seu coração. Não é meramente uma crença em que a guerra é terminantemente errada, mas uma paz, que pode lhes guiar durante o dia placidamente, até alegremente, uma paz que permanece imperturbável no meio do conflito físico, exatamente como o Mestre ensinou através do assim denominado milagre em que acalmou a tempestade. O Mar da Galiléia representa o corpo da alma agitado pelos elementos exteriores. O Mestre, adormecido no barco, ou no coração (do ser) do homem, levanta-se e aquieta a tempestade, pois não é Ele o Mestre, o comandante? Ele é paz.

É isso que queremos dizer com o serem pacíficos, viverem em paz. Vocês necessitam de uma realização contínua de seu relacionamento com Cristo, com o Deus Pai-Mãe. Sintam a paz que os anjos de Cristo trazem. Não pensem em paz como uma condição puramente negativa, pois as profundezas da paz contêm as forças criativas do universo, e as palavras do som poderoso do silêncio. A paz é dinâmica tanto quanto o amor e a sabedoria são dinâmicos: todos esses atributos espirituais estão impregnados com poder, um poder inatingível sem quietude da mente e da alma.

Clariaudiencia


(In Spiritual Unfoldment I do espírito White Eagle pela médium Grace Cooke, iss, Inglaterra), The White Eagle Publishing Trust, 1972).

Cada pessoa pode, pelo treinamento, tornar-se clariaudiente até certo ponto, pelo menos. A clariaudiência está governada por regras semelhantes àquelas esboçadas para a clarividência.

Nos recém-nascidos, a audição é o primeiro sentido adquirido, depois o tato, em seguida a visão. Observe isto, porque tem relação com o desenvolvimento espiritual. Há um velho dito hermético que diz: “Tal como em cima, tal é embaixo; assim como é embaixo, tal é em cima” e a experiência ensina-nos a verdade disto em ambos os sentidos, esotérico e exotérico.

Muitos pensam que se eles ouvem o que é conhecido nos círculos espiritualistas como voz direta, eles estão obtendo uma mensagem clara e pura dos seus amados no mundo espiritual, porque nenhum instrumento humano é utilizado. Mas isto não é assim, pois a voz percebida pelo assistente, embora aparentemente não tenha conexão com o físico, é de fato produzida pela garganta e órgão vocais etéricos do médium. Assim, a voz direta, embora percebida por um sentido físico e aparentemente não relacionada com os órgãos da fala, necessita do corpo etérico do médium, a fim de produzir som, e pode, dessa forma, ser matizada pela mentalidade do médium.

Nesses casos, o centro laríngeo do médium é utilizado. Este centro está imediatamente relacionado com a clariaudiência. Você pode testar quando estiver meditando. Concentre-se no seu centro laríngeo e você se surpreenderá escutando, e quando tiver aprendido o poder do silêncio, a quietude do espírito, ficará maravilhado em descobrir que sua audição espiritual se intensificou.

À parte da clariaudiência do tipo etérico já aludida, consideremos a clariaudiência espiritual, o poder de ser receptivo aos sons sagrados ou vibrações do mundo do espírito puro. Todos podem se tornar receptivos à voz do espírito puro. Ela fala como pequenina e tranqüila voz interior, a voz da consciência.

Vocês não acham estranho que embora vocês todos almejem ouvir a voz do espírito, provavelmente a última coisa que querem ouvir é a voz da consciência? Vocês, com muitas desculpas, silenciam-na, mas, amadas crianças, em escutar essa voz se fundamenta o caminho verdadeiro para a clariaudiência, ou “claro ouvir”.

Quanto mais severos vocês sejam consigo, com o eu exterior, a mente externa, subjugando a personalidade de modo a que a voz interior ou a voz da consciência possa ser ouvida, mais rapidamente vocês progredirão à clariaudiência.

Vocês poderiam se considerar como uma caixa de ressonância capaz de responder às vibrações dos mundos elevados. A mente pode interpretar o som de dentro do silêncio, que vem a vocês do mundo do espírito puro, e do mundo astral elevado. O primeiro passo é aprender a escutar. Não tema, ignore ou silencie aquela voz interior. Admita-a, receba-a com alegria. Admita-a mesmo quando ela lhe diga que você está errado. Seja grato ao fato de que você possa reconhecer a voz da consciência, pois através dela você desenvolverá uma caixa de ressonância tão genuína que ouvirá os anjos cantarem!

As coisas espirituais podem ser ouvidas com os ouvidos físicos? – vocês perguntam. Nós dizemos: vocês ouvirão dentro de suas gargantas e de suas cabeças. É difícil comunicar o que querermos dizer, mas a voz, os sons, as harmonias tornar-se-ão eventualmente mais definidos até que os sons do plano físico. É possível para vocês, quando ainda na carne, serem tão elevados em consciência de modo a ouvirem claramente as melodias dos planos mais elevados e, enquanto estiverem nesse estado, estarem surdos aos ruídos no plano físico.

Pode lhes interessar saber que os pensamentos podem ser, de fato, ouvidos, porque eles geram uma vibração no plano mental da vida. No mundo oculto, em todos os graus do plano astral, um pensamento produzido será captado instantaneamente pelo auxiliar do discípulo determinado. Um pensamento seu para o seu guia será verdadeiramente ouvido.

Clarividencia 1


(In Spiritual Unfoldment I do espírito White Eagle pela médium Grace Cooke, iss, Inglaterra), The White Eagle Publishing Trust, 1972).

O homem permanece, como era, aprisionado no corpo físico. Existem, porém, estados de vida, no interior do físico, mais sutis e refinados. No nosso ser sêxtuplo - como já temos explanado - está o corpo etérico, que é uma duplicata, em aparência, do corpo físico, mas formado de substância mais sutil, invisível à visão física. Este duplo etérico submerge ou interpenetra a totalidade do corpo físico. O corpo etérico consiste de duas partes, uma mais grosseira e uma mais sutil, e opera através do sistema nervoso. Com a morte, a totalidade do corpo etérico é retirada, e a substância da parte mais grosseira, assemelhando-se muito à matéria, logo se desintegra como se desintegra o corpo físico.

Durante a vida física, este duplo etérico forma a ponte entre a alma do homem e os mundos mais sutis. Através desta ponte e via sistema nervoso e dos corpos mental e vital do médium, a alma no mundo espiritual se comunica com a Terra. O tipo de mensagem que chega depende, em grande parte, do caráter do médium, das circunstâncias de sua vida (dele ou dela), das condições proporcionadas pelo médium, e das condições física e mental do assistente a quem a mensagem é endereçada.

Interpenetrando o corpo etérico denso existe um veículo etérico mais sutil, que eu chamarei de corpo de luz ou corpo vital, que não somente interpenetra os corpos físico e etérico mais baixo, mas também os veículos mais altos: os corpos mental, intuicional e celestial. Há, assim, um elo entre cada um dos corpos, pelo qual a luz espiritual do divino pode crescer, através desses vários corpos, até alcançar o corpo etérico mais grosseiro, que liga tudo ao cérebro e ao sistema nervoso.

Quando falamos de clarividência, referimo-nos àquele tipo de visão que é mais comum. Existe muito equívoco acerca da natureza da clarividência. Em algumas pessoas, o corpo etérico mais denso pode estar ligado apenas frouxamente ao corpo físico e sairá com muita facilidade. O plano etérico jaz tão perto da Terra que para uma pessoa desencarnada ele aparece quase tão denso e pesado como a própria substância física. O etérico mais baixo registra quadros e reflete-os para a Terra. Algumas pessoas (que podem ser descritas como clarividentes involuntários) podem ver essas formas ou quadros do modo que eles são refletidos no centro do plexo solar. Animais também podem algumas vezes ver deste modo. Em passado distante, antes que o homem adquirisse tal contato íntimo com a substância física densa, a visão involuntária, tal como esta, era comum.

O corpo físico do homem médio não é muito receptivo a influências espirituais. No homem normal, o corpo etérico solta-se com um clique, por assim dizer, ficando o homem, daí por diante, inconsciente de sua presença.

Mas, como nós temos dito, há certas pessoas que possuem um corpo etérico frouxo, que pode sair do físico de modo muito fácil, e resultam então perturbações tais como uma descontrolada clarividência e obsessão. Há uma enorme diferença entre esta clarividência no plano etérico mais baixo e um outro tipo, que resulta do treinamento e uso correto dos centros psíquicos ou chakras no corpo etérico.

Eu descreverei a diferença deste modo: fique à margem de um lago muito tranqüilo e veja o reflexo das árvores e do céu na água. Como é belo o efeito! Mas se o lago se tornasse agitado, este reflexo seria prejudicado. Depois, tudo era somente um reflexo, um símbolo, um jogo de luz e cor. Agora, dirija sua visão para a verdadeira paisagem, as árvores verdadeiras e o céu, e verá algo que é constante, evidente e, para os seus sentidos, real. Esta é a diferença entre a clarividência involuntária, que é um registro pelo corpo etérico mais baixo, usualmente não controlado e sem desenvolvimento, e a clarividência inteligente e treinada que recebe luz ou impulso do plano do espírito divino.

Certas drogas podem desligar o corpo etérico do físico. Um inebriante fará o mesmo, mandando o etérico algumas vezes para um lugar muito infeliz, como é o caso de alguns infortunados sofredores do delirium tremens, quando na realidade seu corpo etérico está registrando todas as visões e condições de algum baixo plano astral. Um anestésico também pode fazer sair o corpo etérico. Algumas vezes sua consciência está ativa, mas freqüentemente permanece inativa e não transmite cousa alguma à memória do paciente em seu retorno.

Há uma conexão entre o corpo etérico e alguns dos principais centros psíquicos, na cabeça, na garganta, no coração, no baço, no plexo solar e na base da espinha. Os estudantes de medicina reconhecerão estes centros como pontos focais do sistema nervoso. Estes centros, por sua vez, são conectados com diferentes esferas ou planos da vida espiritual. Eles são como flores com pétalas: quando você começa a desenvolver a consciência espiritual, estes centros, quais flores, (flowerlike) começam a se desenvolver. Eles giram, possuem vida e luz e projetam belas cores. Seus guias e auxiliares reconhecem imediatamente sua posição no caminho evolutivo pela vibração e luz e poder que eles podem visualizar nestes centros.

Alguns de vocês despertaram os centros psíquicos numa reencarnação anterior e, agora que reencarnaram, estes centros projetam luz que pode afrouxar a estrutura do corpo etérico e ocasionar o que é descrito como um médium “natural” ou clarividente “natural”. O verdadeiro clarividente, entretanto, é alguém que trouxe do passado o conhecimento de como utilizarde forma inteligente estes centros do corpo, e pode freqüentemente, desse modo, cumprir grande trabalho.

Nós esperamos que vocês não queiram todos de uma vez começar a tentar desenvolver estes centros! Para fazer isso vocês necessitam de muito mais conhecimento do que nós lhes estamos dando agora. Os centros começam a irradiar quando a vontade e a inteligência os estão dirigindo para a atividade. Usualmente, o centro que primeiro reage para as coisas que e encontram fora do corpo físico é aquele situado no plexo solar.

Você diz: “Eu não posso ver ou ouvir, mas eu sinto”. Se você se esforçar para analisar como você “sente”, não saberá. Mas se, cuidadosamente, examinar o que aconteceu, você descobrirá que o plexo solar experimentou um sentimento “esquisito”, e assim você “percebe” que sentiu.

O próximo é o centro frontal, algumas vezes denominado o Terceiro Olho, mas que nós denominaremos aqui o chakra frontal. Este pode operar de forma metódica sob a direção da vontade o do eu espiritual, e permitirá ao médium tornar-se conhecedor das esferas espirituais. A verdadeira clarividência não é aquela visão que sugere que você vê alguma coisa com o olho físico. A clarividência repousa dentro do próprio ser. Pode parecer que você está olhando algum objeto no exterior, mas, no momento, você está examinando profundamente este centro ou chakra qual flor (flowerlike) dentro de si. Entretanto, você pode ser clarividente com seus olhos fechados. De fato, você verá melhor assim. Você dirá, sim, mas tudo aquilo pode ser somente imaginação! Imaginação é um termo usado muito livremente. Imaginação é a porta para a verdadeira visão espiritual.

Não pense que os plexos frontal e solar são os únicos centros utilizados, porque quando você entrar em contato com o plano intuicional ou celestial, você verá não só com o frontal, mas com outros centros: na verdade, todo o ser vê. Quando você alcança este plano, você registra ou reflete verdadeiramente os planos espirituais. Através do amor divino, o centro cardíaco começa a pulsar e irradiar as mais belas cores e luzes e então você se torna consciente da verdade divina, e torna-se um médium ou canal da pura verdade.